Você não veio para África apenas por causa da Deolinda – Mia Couto

_ Eu tenho uma curiosidade muito impessoal – diz Bartolomeu, após uma pausa.
_ O que você quer saber?
_ Você não veio para África apenas por causa da Deolinda.
_ Então, foi porquê?
_ Ninguém sai da sua terra só por causa de uma mulher. Você saiu por outro motivo.
_ E porquê?
_ Por exemplo, porque não era feliz.
Saímos para o estrangeiro quando a nossa terra já saiu de nós. Ele, Bartolomeu Sozinho, sabia disso, calejado que estava de remotos paradeiros.
_ Eu não saí de Portugal. Apenas vim buscar uma mulher.
É assim que responde, mas, de si para si, reconhece:  na sua terra não era feliz. Mais grave ainda: ele não mais sabia o que era o desejo de ser feliz.
Em Lisboa estava entre família,  no meio de tanta gente conhecida. Quando saiu para Áfricac receou que passaria sofrer de solidão. Todavia, agora sabia: havia muito que estava só. Solitário entre parentes e conhecidos. Ou como diz Bartolomeu, há muito que Sidónio Rosa deixara de ter quem o abençoasse.

Mia Couto em Venenos de Deus, remédios do Diabo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s