Diferenças entre a França, o Brasil e a Eslovênia II

O francês Oliver expôs de maneira humorada diferenças culturais entre o Brasil e a França. “Aqui são umas das minhas observações, às vezes um pouco exageradas, sobre o Brasil. Nada sério”. Escrevi sobre as diferenças entre o Brasil e a Eslovênia.

Oliver: Aqui no Brasil, comida salgada é muito salgada e comida doce é muito doce. Até comida é muita comida.
Concordo. Na Eslovênia eu abuso do fato de ter pressão muito baixa e vivo colocando um pouco de sal na comida. Quando vou visito a sogra, trago o saleiro para a mesa. No começo a comida dela  parecia-me quase doce. “Comer menos sal é saúde Juliana!”, bastava entardecer que minha sogra abria a geladeira e cortava duas rodelas de salame. A maior parte dos familiares do Mitja colocam muito pouco sal na comida. Minha opinião sobre os restaurantes é dividida, há aqueles que a comida é ótima e bem temperada e há aqueles que a comida tem pouco têmpero e pouco sal. Os doces aqui também não são tão adocicados. Os eslovenos não usam leite condensado. Lembro de uma vez em que levei para uma almoço entre amigos um  pudim de leite condensado. O doce foi reprovado “muito doce, não posso comer”. O francês deveria visitar Cuba, lá os sucos são duplamente adocicados. Sobre a fartura da comida, também concordo com o Oliver, nós brasileiros em festas como Natal, Ano Novo, Aniversário, fazemos muito mais variedades e quantidade de comida do que os eslovenos.

Oliver: Aqui no Brasil, se produz o melhor café do mundo e em grandes quantidades. Uma pena que em geral se prepare muito mal e cheio de açúcar.
Receita para um café esloveno
1. coloque a água para ferver com o açúcar;
2. coloque o café diretamente na água quando ela estiver fervendo;
3. deixe ferver por uns instantes.
Pronto, o café já pode ser servido!  Os eslovenos não coam o café!

Oliver: Aqui no Brasil, praias bonitas não faltam. Porém, a maioria dos brasileiros viajam todos para as mesmas praias, Búzios, Porto de Galinhas, Jericoacoara, etc.
Já os eslovenos adoram visitar as praias croatas. A maioria dos eslovenos que eu perguntei preferem praias vazias, com pouca estrutura, praias em que a natureza foi mais preservada.

Oliver: Aqui no Brasil, futebol é quase religião e cada time uma capela.
Na Eslovênia há apenas 2 grandes times de futebol: Nogometni Klub Maribor e o Nogometni Klub Olimpija. O futebol é sim um dos esportes favoritos dos eslovenos, mas longe de ser “paixão nacional”.

Oliver: Aqui no Brasil, as pessoas acham que dirigir mal, ter trânsito, obras com atraso, corrupção, burocracia, falta de educação, são conceitos especificamente brasileiros. Mas nunca fui num pais onde as pessoas dirigem bem, onde nunca tem trânsito, onde as obras terminam na data prevista, onde corrupção é só uma teoria, onde não tem papelada para tudo e onde tudo mundo é bem educado!
Só fora do Brasil é que eu percebi o quanto nós brasileiros nos auto depreciamos.

Oliver: Aqui no Brasil, esporte é ou academia ou futebol. Uma pena que só o futebol seja olímpico.
Sim, na Eslovênia outros esportes são muito mais valorizados.

. Aqui no Brasil, existe três padrões de tomadas. Vai entender porque…
(risos) é aqui na Eslovênia existe apenas um.

Tomada padrão na Eslovênia

Tomada padrão na Eslovênia

Oliver: Aqui no Brasil, não se assuste se estiver convidado para uma festa de aniversário de dois anos de uma criança. Vai ter mais adultos do que crianças, e mais cerveja do que suco de laranja. Também não se assuste se parece mais com a coroação de um imperador romano do que como o aniversário de dois anos. E ‘normal’.
No Brasil há uma grande indústria ligada à comemoração de aniversários. E quanto dinheiro é gasto! Muitas famílias fazem dispendiosas festas cheias de decoração, com animadores, outros alugam brinquedos de parques temáticos ou fazem requintados almoços para amigos e familiares, são inúmeros os exemplos… Na Eslovênia quando a criança faz um ano, os familiares mais próximos são convidados para um almoço, cantam parabéns, cortam o bolo, mas tudo isso é uma cerimônia muito menor e mais simples do que estamos acostumados a ver na cultura brasileira.

Oliver: Aqui no Brasil, não tem o conceito de refeição com entrada, prato principal, queijo, e sobremesa separados. Em geral se faz um prato com tudo: verdura, carne, queijo, arroz e feijão. Dai sempre acaba comer uma mistura de todo.
Todos os restaurantes oferecem variadas opções de entradas, mas em 99% das vezes em que eu saí com eslovenos, o prato de entrada pedido é sopa! Muitos restaurantes eslovenos oferecem “almoço completo”, neste almoço prato principal sempre será sopa. Você receberá uma tigela de sopa, uma tigela com salada, o prato principal e enfim a sobremesa.

Oliver: Aqui no Brasil, o Deus está muito presente… pelo menos na linguagem: ‘vai com o Deus’, ‘se Deus quiser’, ‘Deus me livre’, ‘ai meu Deus’, ‘graças a Deus’, ‘pelo amor de Deus’. Ainda bem que ele é Brasileiro.
Na Eslovênia raramente eu ouço a expressão “Moj Bog” (Meu Deus). Quando casei no civil a palavra Deus, ou palavras com menção religiosa não foram mencionadas.

Leia também:
. Diferenças entre a França, o Brasil e a Eslovênia I
. Diferenças entre a França, o Brasil e a Eslovênia III

2 Respostas para “Diferenças entre a França, o Brasil e a Eslovênia II

  1. Gostei muito de seus comentários. Semper é bom compararmos nosso País com outros para ver as coisas boas e a nao tao boas assim.
    Abraços e bom final de semana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s