Da série: Fim de ano na Eslovênia

Passei 3 viradas de anos com eslovenos, e a gente não comeu peru! Os pratos que encontrei na mesa são geralmente petiscos feito com grão de bico, frutos do mar, diferentes tipos de saladas, molhos e pão, variedades de queijos, presunto defumado, salame, azeitonas… Os eslovenos preferem comer comidas mais leves durante a noite.

O champagne é estourado às 24:00, os eslovenos se abraçam e se beijam, famílias ateístas trocam presentes nesta data.

O Ano Novo na Eslovênia é diferente, não sei exatamente explicar o porquê. Será que é só por que estou longe da família? Não sei… com certeza as festas são mais silenciosas, nós brasileiros falamos tanto, fazemos tanto barulho. Por causa do frio, as pessoas não ficam do lado de fora da casa, só no centro de Liubliana as pessoas circulam pelas ruas, já no Brasil, a minha vizinhança era tão movimentada,  pessoas chegando, saindo….  Confesso que  às vezes sinto vontade de pular pela janela e cair no Brasil, lembro do meu leve vestido branco, das pequenas ilhas de Ubatuba, do mar, das casas  barulhentas, gente  falante,  da música ligada ao mesmo tempo que a TV. Era um tumulto,  tumulto que nem eu sabia que gostava…

Sim, todo Ano Novo, é também um momento de nostalgia. Sinto falta daquele sentimento gostoso que é o de estar entre os seus. Ah, essa tal intimidade. Meu fim de ano na Eslovênia é sempre assim… cheio de  saudades!