Škofja Loka, Eslovênia

A pitoresca cidade de Škofja Loka, localizado na confluência dos dois rios Sora e vigiada pelo seu imponente castelo, é um local cheio de histórias. Descobertas arqueológicas na região são testemunhas de que ela foi povoada na era pré-cristã.

Castelo de Škofja Loka

Depois de 796,  as terras eslovenas localizadas no sul do Rio Drava estiveram sob a administração do Patriarcado de Aquiléia e a região de Škofja Loka foi palco de diversas atividades missionárias.

Na segunda metade do século 10, após o fim das invasões Magyar, foram construídas paróquias, entre elas a antiga e original paróquia de Loka.
Uma nova era começou quando o Sacro Imperador Romano-Germânico Otto II,  declarou Loka e seus arredores como um estado feudal e depois  concedeu este território ao Bispo Freising Abraão. Além de ser um centro eclesiástico, Škofja Loka se tornou um importante centro administrativo, e isto estimulou o progresso econômico e cultural na área.

Os primórdios da escrita eslovena estão ligados com o nome de Bispo Abraão. Em seu livro de liturgia latina há três textos escritos em eslovenos. Estes textos foram produzidos em 980 com base em versões ainda mais antigas. O bispo usava este livro quando visitava suas  terras eslovenas. Esses escritos, conhecidos como os Manuscritos de Freising, são os mais antigos preservados em língua eslovena.

Na Idade Média Škofja Loka vivenciou um florescimento no artesanato. Ferreiros, sapateiros, alfaiates, peleiros, tecelões, pintores, açougueiros, padeiros, ceramistas, construtores de fornos se divertiam juntos em associações e grêmios.  Škofja Loka se tornou além de um grande centro de artesanato, seus produtos eram vendidos também na região que abrange o litoral e as cidades da Caríntia e da Baviera.

As muralhas da cidade foram erguidas no século 14. No entanto, elas foram danificadas nas batalhas pela herança do duque de Celje,  na ameaça da invasão turca (no século 15), pelo terremoto ocorrido em 1551 e diversos incêndios.

Além do imponente castelo que fica acima da cidade – que hoje é um museu e local de exposições e eventos culturais – muitos edifícios na cidade são testemunhas de mil anos de fé religiosa e da cultura e da arte da população local.

Škofja Loka é uma agradável combinação de mil anos tradição com um toque moderno. Nos últimos tempos tem havido um desenvolvimento substancial das indústrias de madeira, têxteis e máquinas, mas este desenvolvimento é mantido na periferia da cidade. Este progresso tem dado Škofja Loka uma considerável importância econômica no país. No entanto, apesar de todo o desenvolvimento, o centro antigo da cidade ainda oferece a autêntica imagem de uma cidade de mil anos de idade, e em uma inspeção mais minuciosa o visitante irá encontrar inúmeras atrações de interesse. O visitante também irá ser atraídos para as muitas obras de arte nas igrejas locais, poderá contemplar a preservada e diversa natureza, a rica vida cultural e, não menos importante, o serviço caloroso e amigável do povo local.