Licença de maternidade na Eslovênia é de 1 ano

Na Eslovênia a licença-maternidade é remunerada e tem a duração de 1 ano! Aqui não é só a mãe que tem o direito à licença-maternidade. Se o casal preferir, o pai também pode usar a licença-maternidade enquanto a mulher volta para o mercado do trabalho.

Veja abaixo maiores detalhes sobre a licença-maternidade na Eslovênia, escrito pela Andrea, uma amiga brasileira que vive em Liubliana

Oi Ju
Vou fazer alguns comentários porque acho que a informação não está muito clara e já passei por essa experiência.
A licença é de um ano sim. O casal pode escolher quem vai ficar em casa cuidando da criança. Por questões óbvias, no inicio a mãe tem que ficar, mas não é obrigatório, porque meu marido usou no início. O salário abaixa um pouco. A pessoa perde algumas bonificações por não estar trabalhando (vale-transporte, vale-refeição, etc..) e quem vai pagar o salário durante um ano é o governo e não o empregador. Por isso, o instituto social faz uns cálculos baseados no salário dos últimos meses e decide quanto vai ser o salário durante a licença. Existe um teto e se a pessoa ganha um salário muito bom, vai perder muito usando a licença. Normalmente quem tem o melhor salário (marido ou mulher) continua trabalhando. Se a mulher tem um salário mais alto que o marido, vão perder mais dinheiro se ela ficar em casa um ano. Daí, o marido usa a licença. No caso da mulher estar desempregada, é claro que não tem direito ao salário. O governo não te paga um salário pra você ficar em casa se você não contribuiu antes (quando você esta empregada, o governo retira do seu salário todo mês uma contribuição social, que quando você precisar, poderá usar. Se você não contribui, não tem direito. Ou seja, ele tira antes, para dar depois, se precisar). Neste caso (mulher desempregada), o marido pode usar a licença e os dois ficam em casa!  Ela sem salário e ele com o salário do governo. Esta licença não precisa ser usada toda de uma vez. Você  pode usar até a criança completar 6 anos (6,7 ou 8 não tenho certeza).

Faço aqui uma correção ao comentário da Andrea. Uma amiga eslovena está atualmente desempregada e irá receber a licença maternidade remunerada, porque ela contribuiu para isso no emprego anterior. É claro que ela irá receber um valor muito inferior por não ter contribuído nestes últimos meses, mas até onde eu sei o atual desemprego não a impedirá de receber o benefício.

Quando minha filha nasceu, eu não trabalhava e por isso não tive direito a salário do governo. Meu marido usou a licença por 3 meses e fomos para o Brasil. Todos os anos, quando vamos ao Brasil, ele ainda utiliza parte da licença para prolongar as férias.  Minha filha já está com 5 anos e meio e ele ainda tem licença para usar.  Existe também uma licença paternidade que não é remunerada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s